O Barão de Münchhausen

Capítulo II - Das Histórias de Caça (3)






Certo dia saí para experimentar uma nova espingarda quando, de repente, vi erguer vôo aos meus pés todo um bando de perdizes.

Percebi, então, que havia se esgotado meu estoque de chumbo miúdo. Ocorreu-me um pensamento que até a mim mesmo surpreendeu tamanha astúcia.

Apenas observei o local onde a caça havia pousado, carreguei rapidamente minha arma e enfiei a vareta de socar a pólvora no cano, cuja ponta ficou de fora. Aproximei-me das perdizes e atirei no momento exato em que levantavam vôo em linha.

A alguns passos de distância, minha vareta caiu ornada de sete aves, que por certo ficaram espantadíssimas ao se verem assim espetadas, o que vinha a confirmar o provérbio: “Ajuda-te, que o céu te ajudará”.


fonte:
Grandes obras da cultura universal - Volume 15. editora Villa Rica - Belo Horizonte, Brasil 1990

Nenhum comentário: