Napoleão Bonaparte no Brasil?

Napoleão quase passou por aqui no Século XIX durante a Revolução Pernambucana de 1817!

Não, o imperador exilado não estava de férias nem seu exílio na ilha de Santa Helena foi trocado.

Em 1817, uma certa figura andava pelas ruas da então capital norte-americana, Filadélfia. Tal figura era o comerciante Antônio Gonçalves Cruz, vulgo Cabugá, o agente secreto de uma conspiração fabulosa que estava em andamento na capital pernambucana. Levava na bagagem 800 mil dólares, uma quantia absurda para a época. Hoje, atualizada pelo valor de compra, o montante chegaria a 12 milhões de reais! (estima-se que 1 dólar da época era o equivalente a 15 reais hoje em dia!)
.

Cabugá foi encarregado de realizar três missões nos EUA. A primeira era comprar armas para combater as tropas do rei D. João VI. A segunda, convencer o governo americano a apoiar a revolta republicana de pernambuco, e a terceira e mais espetacular missão era recrutar alguns antigos revolucionários franceses exilados em território americano para, com sua ajuda, libertarem Napoleão Bonaparte em seu exílio no atlântico sul.

Pelos planos de Cabugá, Napoleão seria resgatado na calada da noite e levado a Pernambuco para liderar a revolução. Tendo esta cessada, Napoleão voltaria para a França e retomaria o poder!

Porém, como naquela época as viagens duravam meses, quando Cabugá conseguiu aportar em Recife com os generais franceses e com o armamento adquirido, o movimento já estava quase completamente suprimido. Todos foram presos logo ao desembarcarem na capital pernambucana. Porém, não deixou de ser um dos muitos capítulos pitorescos da história do Brasil!


Pesquisa e adaptação: "1808". Gomes, Laurentino. Editora Planeta do Brasil - 2008

Nenhum comentário: